samuel_zeller_dscf3929

Não escreva para o Google. Ou para as máquinas. Você não tem poder sobre algoritmos controlados por corporações. Escreva para outras pessoas, para ajudar quem você quiser ajudar ou quem talvez você ainda nem saiba que pode estar influenciando.

Saiba que o mundo guarda muitas coisas boas para você. Ao mesmo tempo, coisas imprevisíveis que são difíceis de entender ou de saber o porquê delas existirem. O céu é um infinito, o mundo está sempre em movimento e talvez tudo o que você estudou não sirva mais amanhã.

Um robô pode tomar o teu lugar no mercado de trabalho. Mas eu não me preocuparia pois sempre achamos alternativas, e podemos usar a criatividade ao nosso favor.

Faça o que você gosta de fazer

Parece fácil, mas não estou falando das coisas que matam o nosso tempo. Estou falando sobre como utilizamos o nosso tempo, muitas vezes para coisas que não irão trazer resultados.

Estou falando sobre dizer NÃO quando alguém mais liso, tenta se aproveitar da sua boa vontade.

Sobre como podemos usar o nosso tempo a nosso favor e não a favor de outras pessoas.

Ou quando deixamos de passar tempo com as pessoas que amamos em troca de coisas superficiais.

O tempo é limitado. Mas ao contrário do que muitos acham também é muito lento. Não passa tão rápido para que desistamos dos nossos sonhos só por que as primeiras tentativas deram errado.

Persistir nas coisas que você acredita é a melhor forma de investir o seu tempo, mesmo que demore muito tempo. O tempo é lento mesmo, demora até alcançarmos um momento mais feliz. Por isso que a felicidade é tão estimada.

Mas se você está há muito tempo triste, mude. E se você está muito feliz há muito tempo, reflita. Encontre o equilíbrio. Seja sincero com você.

Não tenha medo de mudar e buscar novos horizontes. Não se preocupe em se enquadrar em caixinhas ou em achar que o mundo é feito apenas pelas pessoas que você conhece.

Isso não é verdade. O mundo é imenso, há bilhões de pessoas e não há motivos para não buscar o seu sonho.

Sacoda a árvore das amizades. Deixe as que são ruins caírem e permaneça com as verdadeiras. Se precisar, plante novas árvores.

Seja a sua natureza, e não mude ela para agradar qualquer pessoa a não ser você mesmo. Sinta que o mundo inteiro é formado por culturas e ‘tribos’ diversas. Há lugares que você vai se encaixar melhor do que outros. Mas isso não é motivo para você se sentir mal quando perceber que ao seu redor não é compatível com a sua personalidade. Procure, procure e procure até achar o clima e a terra perfeita para você plantar algo de muito valor.

Não invista suas sementes em locais que não são favoráveis ao teu crescimento. Se você não souber qual é este lugar, não deixa de buscar. Faça planos, busque novas experiências, e um dia o lugar vai te achar e você não vai nem ao menos perceber de tanto que estará investindo teu tempo em coisas que você gosta de fazer.

 

 

  • Lara Schveitzer Silveira

    Carol, adorei o texto e me identifiquei muito. Estou vivendo esse processo de descobrimento e espero encontrar a minha tribo!