Imagine que o setor de marketing da sua empresa é uma grande máquina que funciona por etapas. Esta máquina possui uma peça gigante no formato de funil capaz de receber uma grande quantidade de elementos que são filtrados em diferentes etapas até que se possa extrair somente os elementos geradores de valor para a empresa. Este conceito é um aproximado superficial do que chamamos de Inbound Marketing.

Agora imagine que, para que esta peça, o funil, possa funcionar e atrair todos os elementos possíveis no mundo, ela precise da energia gerada por uma roda muito pesada, empurrada gradativamente pelo esforço humano até que ela possa se movimentar completamente sozinha:

O movimento desta roda depende exclusivamente das pessoas que trabalham na empresa.

Isso significa que, quanto maior o esforço gerado para movimentar esta roda e colocar o funil para funcionar, mais rapidamente a roda começará a girar e maior será a velocidade atingida por ela. Como consequência, os elementos de valor se tornarão cada vez mais presentes.

O problema está no esforço inicial para fazer a roda girar: perseverança, paciência e investimento a longo prazo são alguns dos ingredientes essenciais para obtermos todos os elementos de valor que gostaríamos de colher lá no final do funil.

Esta história tem haver com as etapas do processo de marketing digital. Veja algumas dicas práticas:

 

1. No início é muito difícil conseguir alcançar os page ranks desejados e saber qual o conteúdo que atrai elementos de valor.

Com o passar do tempo, se o conteúdo for realmente relevante, o seu domínio passará a ter maior credibilidade (a roda começará a girar) e resultados muito maiores exigirão menor esforço. O mesmo é válido para conseguir maior engajamento nas redes sociais, mais assinantes da sua newsletter e assim por diante.

 

2. Nem todo o esforço é compensado no tempo almejado, mas isso não significa que a estratégia esteja errada.

Muitas campanhas são interrompidas porque não atingiram as métricas ou expectativas de uma marca. Antes de considerar uma campanha fracassada, analise bem quais os objetivos da sua empresa com esta campanha. Pense qualitativamente e esqueça os dados quanti como page views, page likes, etc. Pense nos elementos de valor para a sua empresa (personas, por exemplo) e alinhe com os seus esforços de comunicação.

 

3. Pense em como otimizar resultados a longo prazo em todas as ações de marketing que realizar.

No Adwords, quanto mais clicado for seu anúncio, menor o valor que você paga pelos clicks. No seu site, quanto mais acessos você obtiver, menor será o esforço para que suas próximas páginas alcancem page ranks menores no Google. Quanto maior o branding, menor o investimento em produção conteúdo (o usuário o produzirá para você). Analise relatórios, detalhes e busque formas de obter mais elementos de valor com menos esforço manual e maior energia: a roda precisa girar sozinha!

Veja mais informações sobre Inbound Marketing neste infográfico da Smart Insights:

Nesta página do flicker há mais infográficos da área.